Make your own free website on Tripod.com

Goiania

dica de Nelson Gragnani

Cidade extremamente arborizada tendo na maioria das avenidas, canteiro central muito bem gramado e muito bem cuidado (os jardins recebem cuidados diariamente, é a equipe de jardineiros da própria prefeitura os mantém perfeitos). Pode-se treinar por eles sem preocupações com buracos, falhas ou lombadas. Estes são ótimos para longos, onde há que se observar entretanto a questão de horários, pois não existem proteção, ou se existe, são palmeiras, isto é, sinônimo de pouca sombra! Não há, pelo menos eu não conheço, muitos "pangarés", por estas vias mas, encontram-se muita gente, caminhando e correndo nos parques.

Uma das características destes parques, ou melhor, da cidade, é que os percursos não são planos. Todos são demarcados, com as distancias percorridas e possuem estações para exercícios físicos tais como barra simples, paralelas e "pranchas" de concreto para abdominais. Outra característica é que não se corre dentro deles, mas sim margeando-os, de forma que sempre em um dos lados, existe trânsito de automóveis.

Os horários preferidos são até às 09:00 hs da manhã ou após às 16:00 hs. Os principais parques são:

Horto:

Volta de 2.600 mts. com algum sombreamento. Marcações de 100m em 100m. Acredito que o perfil altimétrico, varia em 10m. Existe no parque um trailer da Secretaria de Esportes e Lazer onde se pode medir pressão, batimentos cardíacos e, em algumas horas do dia há professores que ministram aulas de ginástica para a população em geral.

Areião:

Volta de 2.400 mts. Não há sombreamento. Marcações de 200m em 200m.

Perfil altimétrico entre 12 a 13 mts. 

Vaca Brava:

Volta de 1100m sem sombreamento.  

Voltar